Ocupações podem acarretar em um Enem Cancelado?

Nas últimas semanas temos recebido da mídia notícias conflitantes e preocupantes. O momento não é dos melhores para quem pretende prestar vestibular. A insegurança e as constantes mudanças no cenário político podem levar a um enem cancelado. As provas do enem quase sempre trazem uma polêmica e nesse ano não está diferente.

 

Resultado do ENEM: Guerra jurídica.


O Ministério Público Federal do Ceará entrou com uma ação civil pública para suspender o ENEM deste fim de semana para todos os candidatos. O MEC afirmou ter acionado a Advocacia Geral da União (AGU) para derrubar a ação na Justiça.Segundo o ministério público do ceará a mudança faz com que o exame perca a isonomia, não permitindo de forma igualitária as condições de provas para todos os estudantes. Contudo ontem mesmo tivemos a notícia que a prova se manterá em dois dias distintos. A juíza Elise Avesque Frota rebate o argumento utilizado pelo procurador da República no Ceará, Oscar Costa Filho, que questionava a quebra de isonomia do exame que passaria a exigir temas distintos de redação para cada um dos grupos.
A juíza argumentou que, "apesar da diversidade de temas que inafastavelmente ocorrerá com a aplicação de provas de redação distintas, verifica-se que a garantia da isonomia decorre dos critérios de correção previamente estabelecidos". Ela ainda se apoiou nos critérios de correção apontados pelo MEC para negar o pedido. "Há ênfase na avaliação do domínio da língua e de outras competências que não têm 'o tema' como ponto central".


ENEM cancelado 2016?


O exame já foi adiado por vários motivos: roubo e vazamento de provas, tragédias naturais e erros dos fiscais. O medo agora é que a falta de locais adequados para a aplicação da prova possa adiar indefinidamente (ou pelo menos até acabarem as ocupações!) e tenhamos um enem cancelado 2016. O MEC havia estipulado que a data limite para desocupações de escolas era segunda (31).


Segundo informações a prova teria sido adiada para os dias 3 e 4 de dezembro, contudo essa data vai afetar de forma negativa nos estudantes pois, aparentemente coincide com outros vestibulares pelo país (Rio Grande do Sul, Minas Gerais e etc), a decisão de adiamento do exame é para cerca de 191 mil estudantes. Algumas universidades consideram mudar o dia dos seus vestibulares para se adequar a nova medida. O MEC vai divulgar (sexta-feira dia 4) uma lista com o nome das escolas ocupadas que irão sofrer com essa nova medida. A questão é que se não houver um consenso algumas universidades podem pedir judicialmente a mudança dessa data, estamos esperando até o último momento para saber se teremos um ENEM cancelado.


Cada um tem a sua opinião política, ninguém chega a um consenso e quem paga o preço é o vestibulando que estudou o ano todo para realizar a prova, se isso vai afetar as notas do enem não sabemos. A extrema direita alega que é “vagabundagem” e que não há base nem sentido para tal ocupação, defendem o corte de água e suprimentos aos manifestantes como forma de retirada não violenta.

ENEM CANCELADO 2016

enem cancelado 

á a extrema esquerda afirma que as decisões tomadas para acabar com a ocupação são inconstitucionais de acordo com  a Constituição Brasileira, no terceiro parágrafo do artigo 5 que proíbe o uso de tortura: “ninguém será submetido a tortura nem a tratamento desumano ou degradante”, alegando assim que os alunos estão sofrendo torturas para deixarem a manifestação. 

Enem Cancelado 2016

Estudantes na ocupação


Os estudantes estão ocupando as escolas em protesto às medidas aprovadas pelo Governo que cortam verbas na educação e mudam o currículo escolar. Alguns já tem até site próprio para divulgar o movimento. Muitos professores estão apoiando a causa.
 

O que eles dizem sobre a prova do enem


Eles defendem que os locais de prova sejam remanejados e desta forma o exame não tenhamos um enem cancelado. Não temos informação se existe mesmo essa possibilidade de remanejamento porém se há ficamos na expectativa. Vivemos numa época de insegurança, todos são afetados pela crise que não é apenas financeira. Devemos exigir das autoridades os nossos direitos, porém sabemos que muitas decisões são tomadas de última hora e que podem pedir um enem cancelado mesmo após a aplicação das avaliações do enem, considerando-as inválidas.
 

Comments

comments